gallery/solvere4
gallery/telhado

Sistema Fotovoltaico Conectado à Rede (SFCR)

Energia solar é um termo que se refere à energia proveniente da luz e do calor do Sol. É utilizada por meio de diferentes tecnologias em constante evolução, à exemplo do aquecimento solar, que são sistemas para aquecimento de água, e da energia solar fotovoltaica, que são sistemas que convertem a luz do sol em eletricidade.

 

Um Sistema Fotovoltaico Conectado à Rede (SFCR) possibilita a geração de energia elétrica pelos módulos fotovoltaicos instalados em um telhado (Figura 1) ou em áreas abertas na sua residência ou comércio.

gallery/esquema

Basicamente, um SFCR é dotado de: módulos fotovoltaicos, estruturas de fixação, cabeamento elétrico, inversor de frequência e medidores de energia (Figura 2).

À partir da publicação da Resolução Normativa nº 482/2012 da ANEEL, sistemas de microgeração, dentre eles os SFCR, poderão compensar a energia elétrica consumida através do excedente gerado injetado na rede de distribuição. Dessa forma é possível reduzir o valor da fatura de energia elétrica à valores mínimos, denominados de custo de disponibilidade, relativos à 30 kWh, 50 kWh e 100 kWh para instalações monofásicas, bifásicas e trifásicas, respectivamente. Como exemplo, supondo que seu SFCR esteja instalado em uma residência com padrão bifásico, gerando o suficiente para não consumir a energia da concessionária e supondo que o valor da energia da concessionária de sua região estiver em torno de 0,47 R$/kWh (excluindo-se os impostos e iluminação pública), o valor à pagar para a concessionária será de R$ 23,50.

Clique AQUI para acompanhar a energia elétrica gerada por alguns microgeradores solares no Brasil e no Mundo, coletados dia-à-dia!

 

Figura 1: Módulos em um telhado

Figura 2: Composição de um SFCR

Etapas para a obtenção de um SFCR

As etapas para você possuir um SFCR são:

 

1) Informação - É muito importante você estar informado de como o sistema funciona. Se lhe restarem dúvidas, não exite em nos contatar e/ou nos solicitar uma visita para dirimir todas as suas dúvidas.

2) Orçamento - Saber quanto vai custar o sistema é algo muito importante e para isso são necessários definir parâmetros como por exemplo o quanto da conta de energia se deseja economizar com o sistema, onde será instalado, qual prazo, como é o acesso ao local, como é a instalação elétrica do ambiente, possíveis locais para instalação dos inversores, dentre outros.  O ideal é, se possível, que você solicite uma visita nossa ao local onde deseja instalar o sistema. Porém se o seu objetivo é de somente ter uma noção de quanto custaria, ou seja, um valor aproximado, entre em contato e nos solicite um orçamento gratuitamente.
Envie um e-mail para solvere@solvere.net.br informando a cidade e o bairro onde se pretende instalar um sistema de microgeração, anexando uma foto da sua conta de energia e opcionalmente uma foto do local onde se deseja instalar. Quanto mais informações forem passadas, mais próximo da realidade fica o valor do de seu orçamento.

3) Contratação - Após receber nosso orçamento, você terá em mãos informações sobre qual o tamanho do sistema a ser instalado, quanto ele custa aproximadamente e qual o seu prazo de retorno do investimento em função da economia. Sendo assim você terá todos os dados para decidir se deseja ou não instalar o sistema, uma vez que escolha instalar o sistema conosco todos os demais passos são realizados por nós, deixando você, cliente, despreocupado.

4) Parecer de Acesso - Será efetuada uma solicitação de parecer de acesso na concessionária local, cujo documento informa que temos desejo de instalar um sistema de geração de energia solar. Ela nos envia a resposta de forma documental, formalizando que está ciente da instalação do sistema e que está preparada para receber a energia que gerada em sua propriedade.

5) Instalação - Depois de recebermos a resposta da concessionária, estaremos realizando a instalação em sua edificação e regularizando o sistema de energia solar junto a concessionária de energia.

6) Vistoria - Depois do sistema instalado e testado, é o momento de solicitar a vistoria. A concessionária de energia elétrica irá enviar sua equipe técnica para avaliar o sistema instalado e fornecer um relatório de acordo com a situação do mesmo.

7) Final - Com o relatório da vistoria aprovado pela concessionária em mãos é possível solicitar o funcionamento oficial do sistema de energia solar, e aí é só aproveitar todos os benefícios que ele tem para lhe oferecer.

 

                                                                                             Responsabilidades do Cliente

O cliente que deseja instalar um sistema de energia solar conectado a rede possui algumas responsabilidades. Lhe auxiliaremos em todas as etapas existentes:
   
Solicitar Ligação - Depois do sistema instalado, testado e vistoriado, você precisa ir pessoalmente até a unidade de serviços da concessionária de energia de sua cidade e solicitar a instalação a ligação do seu sistema de energia solar com a rede de energia da sua rua. Nessa etapa, a concessionária instalará um medidor de energia capaz de medir o consumo e a energia gerada e o cliente arcará com esse valor. Nós iremos lhe informar quando for necessário fazer a solicitação.

Assinar o Termo de Relacionamento Operacional - É um documento que você precisará assinar, nele você afirma estar ciente do que se trata o sistema de compensação de energia e que assumirá a responsabilidade pelo seu sistema de geração de energia solar. Nós iremos preparar a documentação e solicitar a sua assinatura durante o processo de regularização do sistema junto a concessionária.

Comunicar Alterações - Toda vez que você for aumentar ou diminuir o seu sistema de geração de energia solar, a concessionária de energia elétrica deverá ser informada. Caso deseje realizar aumento ou diminuição entre em contato conosco que iremos providenciar a documentação para comunicação com a concessionária.

 

 

 

A Solvere Engenharia terá o prazer em lhe auxiliá-lo(a) com o dimensionamento e com a instalação de um SFCR em seu estabelecimento, informando-lhe a viabilidade financeira do projeto e o tempo de retorno do valor investido.

Figura 3: Sistemas FV instalados

Energia Solar Fotovoltaica

Como funciona o sistema de Compensação?

Todas as pessoas que geram energia solar sejam eles microgeradores ou minigeradores podem participar do sistema de compensação de energia elétrica (créditos). Com esse sistema toda a energia excedente gerada de dia é injetada na rede da concessionária local, gerando créditos em kWh para você. A noite quando não houver geração de energia você utilizará a energia da sua concessionária, porém no final do mês em vez de pagar em dinheiro essa energia que você usou da concessionária irá pagar com os créditos que você gerou durante o dia.

 

gallery/9897919_orig.jpg

Toda vez que for gerada mais energia do que consumida, são contabilizados créditos em kWh (quilowatt-hora).
É importante que o sistema fotovoltaico conectado a rede seja bem dimensionado para que durante o dia gere créditos suficientes para que durante a noite o consumo de energia fique livre de encargos.

Por exemplo a ilustração ao lado:

Durante o dia
Energia Gerada pelas placas solares: 10 kWh
Energia consumida: 2kWh
Créditos: 8kWh

Veja que o sistema de energia solar gerou durante o dia muito mais do que era necessário, sendo assim, a energia excedente foi convertida em créditos.

Durante a noite
Energia Gerada pelas placas solares: 0 kWh
Energia consumida:  7kWh
Créditos: 1kWh

Durante a noite você acaba consumindo somente os créditos que você gerou durante o dia, ou seja, você não será cobrado no fim do mês, na sua conta de energia, por esta energia utilizada pois foi você quem gerou ela durante o dia, e a consumiu à noite.

Créditos que sobraram
Caso ocorra de no balanço do fim do mês seu sistema tenha gerado mais energia do que sua edificação tenha consumido você fica com os créditos no seu nome. Você pode usar esses créditos para abater valores de consumo na sua conta de energia daquela edificação nos próximos meses, ou pode usar para pagar contas de energia de outras edificações que estejam no seu nome. Por exemplo: Você pode possuir um sistema de energia solar na sua casa, e gerar energia suficiente para pagar as contas de energia da sua casa, do seu apartamento ou do seu sítio. Não há limite para o número de contas que você pode pagar utilizando os créditos, único requisito é que estejam no nome da mesma pessoa. O crédito ficará computado pela concessionária em um prazo de até 36 meses.